Iniciativa ODSLocal reúne mais de 50 municípios – Investigadores do ICS coordenam a plataforma

Posted By ciencia-aberta on Nov 4, 2020


O Centro Cultural de Belém, em Lisboa, recebeu a 11 de novembro de 2020 a sessão pública de apresentação da Plataforma ODSlocal – Plataforma Municipal dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável que reuniu especialistas, instituições e representantes do poder local para um debate sobre os temas da sustentabilidade.
Na sessão de abertura, o secretário-geral da ONU, António Guterres, manifestou o seu apoio à iniciativa liderada pelo Conselho Nacional do Ambiente e do Desenvolvimento Sustentável (CNADS), através de uma mensagem em que defende a intervenção dos municípios e dos atores locais como motores de inovação. Por sua vez, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, sublinhou que a atual situação pandémica não pode desviar a sociedade e os decisores políticos da concretização dos objetivos de desenvolvimento sustentável, inscritos na agenda 2030 da ONU. Esta opinião foi partilhada pelo primeiro ministro, António Costa, para quem “só com o envolvimento dos atores locais – imprescindíveis na resposta imediata às populações, nomeadamente em momentos de crise como a atual – será possível a plena implementação dos objetivos de desenvolvimento sustentável.”


Durante a sessão, conduzida pela investigadora e socióloga LuÍsa Schmidt, foi apresentada a plataforma ODSLocal e o seu contributo para a mobilização dos municípios, agentes e cidadãos, sendo um instrumento fundamental para complementar as ferramentas financeiras e os recursos humanos para que, em conjunto, se possam atingir os objetivos de desenvolvimento sustentável. 
Neste contexto, João Ferrão, geógrafo, investigador do ICS e coordenador da plataforma ODSLocal, explicou que “a iniciativa nasceu da identificação de um problema: a distância excessiva entre a formulação muito genérica dos ODS e as práticas do dia-a-dia, as iniciativas e a capacidade de concretizar as metas definidas pela Agenda 2030”. E destacou que “durante a fase experimental, o desenvolvimento da plataforma contou com a participação de 7 municípios – Bragança, Cascais (distrito de Lisboa), Castelo de Vide (Portalegre), Coruche (Santarém), Loulé (Faro), Seia (Guarda) e Viana do Castelo – e com base nessa experiência vai agora ser possível disponibilizar um leque alargado de indicadores mensuráveis para todos os municípios poderem avaliar o seu progresso, fomentando ainda a partilha de experiências”.
Durante a sessão de apresentação, realizou-se a assinatura das Cartas de Compromisso pelos 50 municípios que já aderiram à Plataforma, e assim evidenciam o seu empenho em colocar as várias dimensões da sustentabilidade no centro das suas políticas e da sua ação diária, para proporcionar melhores condições de vida a todas as pessoas.
Artur Santos Silva, curador da Fundação “la Caixa” que apoia esta iniciativa, defendeu o valor do ODSLocal e o “papel decisivo para a evolução de uma cultura de desenvolvimento sustentável”, incentivando a participação dos municípios de norte a sul do país. A sessão foi encerrada por Filipe Duarte Santos, Presidente do CNADS, que incidiu sobre as crises que ameaçam a sociedade.

PortugalEnglish